Cirurgia da Mão Cirurgia do Ombro

A epicondilite medial, conhecida como cotovelo de golfista, é semelhante a lateral, embora muito menos comum e de tratamento mais difícil.

ETIOLOGIA

Geralmente, há o envolvimento da origem dos flexores do antebraço. A patologia do tendão é degenerativa com tendinose angiofibroblástica. Existe uma associação comum entre a epicondilite medial e sintomas de compressão do nervo ulnar em até 60%.

Freqüentemente a EM ocorre em atletas que fazem movimentos acima da cabeça e movimentos que geram uma força em valgo no cotovelo.

QUADRO CLÍNICO

É marcada por dor sobre o epicôndilo medial com irradiação para massa flexo-pronadora. A dor é exacerbada com manobras de flexão do punho e pronação do antebraço resistidas. O ponto doloroso encontra-se próximo ao epicôndilo medial. O inicio geralmente é insidioso, e pode ocorrer deficiência da mobilidade nos casos mais crônicos, marcada pela contratura em flexão.

TRATAMENTO

Medicamento anti-inflamatório, uso de tala e uma ocasional injeção de corticóide proporcionam alivio continuo na maioria dos pacientes. Se o tratamento conservador não for bem-sucedido, terão sucesso a excisão da origem do tendão doente e sua reinserção. 

PRÓXIMO ARTIGO

Deixe um comentário